Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Escapadinha pelo Porto - Parte 2

por Os bloggers, em 12.10.17

Já vos relatámos a primeira parte da nossa escapadinha pelo Porto, mas ficou ainda muito por contar.

Tal como prometido, aqui continuamos a desvendar o nosso passeio pela capital do Norte.

DSC02555.jpg

 

- Sé do Porto e Claustros: a Sé do Porto é um edifício imponente, de estrutura romano-gótica, dos séc. XII e XIII, tendo sofrido grandes remodelações no período barroco. No interior conserva ainda o aspecto de uma igreja-fortaleza. Em anexo à Sé é possível visitar os seus bonitos Claustros. A visita à Sé é gratuita; a entrada nos Claustros fica por 3 euros - recomendamos a visita completa.

DSC03117.jpgDSC03121.jpgDSC03134.jpgDSC03136.jpgDSC03125.jpgDSC03129.jpg

 

- Estação de São Bento: entre comboios a partir e comboios a chegar, muitos são os turistas que não deixam de visitar e apreciar a beleza desta histórica e secular estação de comboios.

DSC02434.jpgDSC02787.jpgDSC02425.jpg

 

- Mercado do Bolhão: trata-se de um mercado histórico, em estilo neoclássico, distribuído por dois andares. Quem é que nunca ouviu falar do Bolhão? A visita é obrigatória!

DSC02737.jpgDSC02729.jpgDSC02730.jpg

 

- Avenida dos Aliados: um passeio pela Baixa do Porto tem obrigatoriamente de incluir uma visita aos Aliados, no coração da cidade.

DSC02747.jpgDSC02742.jpgDSC02748.jpg

 

- A Ribeira: ir ao Porto e não visitar a Ribeira, será como ir a Roma e não ver o Papa; é na Ribeira, nas suas gentes e no empilhado das suas casas que reside a alma da cidade. As margens do Douro não seriam as mesmas sem a Ribeira!

DSC02448.jpgDSC02530.jpgDSC03151.jpg

 

- Ponte D. Luiz I: é talvez a mais famosa ponte que liga o Porto a Gaia; é em estrutura metálica e tem dois tabuleiros - o superior para passagem do metro e o inferior para circulação automóvel (ambos permitem também a passagem pedonal). Foi projectada pelo Engenheiro Teófilo Seyrig, discípulo de Eiffel, e inaugurada em 1886. Aconselhamos o passeio pedonal pela ponte.

DSC02502.jpgDSC03137.jpgDSC03140.jpgDSC02581.jpgDSC02591.jpg

 

- Miradouro do Mosteiro da Serra do Pilar: se tiverem oportunidade não deixem de apreciar as vistas do Miradouro do Mosteiro da Serra do Pilar, em Gaia, sobre o Douro, a Ponte D. Luiz I, a Ribeira do Porto e Gaia. Se conseguirem ir ao Pôr-do-Sol tanto melhor! As vistas são soberbas!

DSC02577.jpgDSC03175.jpgDSC03163.jpg

 

Ainda ficam por desvender três locais que fomos explorar fora do coração da cidade. Querem saber mais? Continuem a espreitar aqui o estaminé.

 

Escapadinha pelo Porto - Parte 1 

Escapadinha pelo Porto - Parte 3

 

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Escapadinha pelo Porto - Parte 1

por Os bloggers, em 10.10.17

Já há algum tempo que queríamos fazer uma escapadinha pelo Porto. Já tínhamos estado diversas vezes no Porto, mas a maioria das vezes por compromissos profissionais ou de passagem e sem nunca ter tido oportunidade de visitar a cidade com a merecida atenção.

DSC02504.jpg

Chegou a vez de fazermos a desejada escapadinha pela capital do Norte!

Estivemos no Porto 3 dias e 2 noites no início deste mês. Perfeito para visitar as principais atracções da cidade!

DSC02462.jpg

Tivemos sorte com o tempo. O Sol de Outono com que Outubro nos brindou foi perfeito para passear, calcurreando a cidade.

Ficámos no hotel Moov Hotel Porto Centro, em pleno coração da baixa, com uma excelente localização e relação qualidade / preço.

A quantidade de turistas com que nos cruzámos vem testemunhar que o Porto está na moda, quer para o turismo nacional, quer internacional (não só Europeu, mas também Asiático). Com o sotaque do Norte mistura-se o som de várias línguas. É bom saber que Portugal é cada vez mais escolhido como destino de férias!

Durante a nossa escapadinha visitámos muitos dos pontos principais da cidade, que de seguida mencionamos.

 

- Cruzeiro das 6 pontes no Douro: há imensos barcos turísticos no Douro, durante todo e dia, a viagem custa cerca de 15 euros e dura 50 minutos. Soube muito bem navegar no Douro e admirar do rio as suas 6 pontes e as belas margens do Porto e de Gaia. Passeio bonito e relaxante!

DSC02457.jpgDSC02477.jpgDSC02473.jpgDSC02490.jpg

 

- Caves do Vinho do Porto: quem vai de visita ao porto tem de fazer uma visita obrigatória a uma das várias Caves do Vinho do Porto. As caves localizam-se na margem Sul do Rio Douro, em Gaia. Visitámos as Caves Calém. Gostámos de conhecer uma das Caves do Vinho do Porto e um pouco mais da história e do processamento deste vinho, que leva Portugal além fronteiras. As visitas são guiadas e processam-se em várias línguas, mediante horários previamente definidos. Os bilhetes genéricos ficam por 10 euros.

DSC02814.jpgDSC02840.jpgDSC02849.jpg

 

- Igreja e Torre dos Clérigos: construída no século XVIII, pela Irmandade do Clérigo e projecto de Nicolau Nasoni, é hoje considerada um dos principais pontos de interesse da cidade. A arquitectura interior é harmoniosa e as vistas da Torre sobre a cidade fantásticas. Ficou a faltar um pouco mais de orientação para a visita, pois quando entrámos o circuito que deveria ser seguido não estava indicado e tanto nós como outros visitantes ficámos um pouco baralhados (no final da nossa visita já havia um circuito delineado para quem chegava...). Nos Clérigos comprámos bilhete conjunto para os Clérigos, Palácio da Bolsa e Museu da Misericórdia - o conjunto ficou a 12.5 euros por pessoa.

DSC02597.jpgDSC02613.jpgDSC02624.jpgDSC02635.jpg

 

- Palácio da Bolsa: gostámos imenso de visitar este local. Foi uma agradável surpresa conhecer este sítio pela magia colorida impressa na suas paredes e tectos, com destaque para o Salão Árabe. O edifício data do século XIX e pertence à Associação Comercial do Porto, mantendo-se ainda hoje em funcionamento, para actividades da própria Associação e eventos sociais, culturais e políticos. As visitas são exclusivamente guiadas e em várias línguas (mediante horário).

DSC02881.jpgDSC02925.jpgDSC02924.jpgDSC02889.jpgDSC02902.jpgDSC02917.jpg

 

- Museu da Misericórdia: apresenta vários pisos e salas que ilustram a história da Misericórdia do Porto e é possível entrar na Igreja da Misericórdia pelo interior do Museu, que é muito bonita.

DSC02757.jpgDSC02759.jpgDSC02768.jpgDSC02772.jpgDSC02776.jpg

 

- Livraria Lello: é considerada uma das mais belas livrarias do mundo, parecendo saída de um conto de fadas e feiticeiros... A arquitectura interior é única e atrai turistas de todo o mundo. As filas para entrar vêem-se à distância! A entrada custa 4 euros, mas o valor é inteiramente descontado na compra de livros. É efectivamente um sítio muito bonito, mas com a enchente de turistas, parece-nos que acaba por perder um pouco da essência de livraria, tal é a confusão de turistas a disputar a escadaria para tirar a melhor foto do melhor ângulo!... Escolher livros torna-se uma tarefa díficil, no meio de tamanho rebuliço!

DSC02670.jpgDSC02648.jpgDSC02662.jpgDSC02687.jpgDSC02694.jpg

 

Perto da Livraria Lello e dos Clérigos, não deixámos de espreitar a Igreja do Carmo e a Igreja dos Carmelitas.

DSC02704.jpgDSC02709.jpgDSC02713.jpg

 

Há ainda muito por desvendar acerca do Porto... principalmente passeios ao ar livre, por sítios muito bonitos...

 

Escapadinha pelo Porto - Parte 2

Escapadinha pelo Porto - Parte 3

 

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Arte Xávega na Fonte da Telha

por Os bloggers, em 02.10.17

A Arte Xávega é um tipo de pesca costeira artesanal que remonta ao Séc. XIX e que na Europa, apenas se pratica no nosso país. 

DSC02221.jpg

A palavra Xávega provém do termo árabe "xábaka" que significa rede e inicialmente só no Sul se usava esta denominação para este tipo de pesca. No Litoral Centro e Norte, praticava-se um género de pesca muito semelhante mas com outro tipo de barcos, adaptados às condições mais adversas do mar, chamando-se simplesmente "as artes", no entanto, por imposição da lei, todo o tipo de pesca por arrasto para a terra, passou-se a chamar de Arte Xávega.

Inicialmente as redes de pesca eram puxadas à mão, depois passaram a ser puxadas por juntas de bois e agora recorre-se aos tractores com guinchos para tratarem deste trabalho mais pesado.

DSC02267.jpg

Da nossa infância ainda nos lembramos de ver os barcos e as redes a serem puxados pelas juntas de bois na Praia da Tocha, na Praia de Mira, na Praia da Costa de Lavos e na praia de Buarcos. No entanto, esta arte, que também é uma tradição, tem desaparecido ao longo dos anos. Hoje em dia pode-se assistir à recolha das redes nas praias da Costa de Lavos, da Torreira, da Vagueira, de Mira, da Vieira, do Pedrógão, da Saúde e da Fonte da Telha.

 

Foi nesta última, na Praia da Fonte da Telha, que pudemos assistir a mais um dia de faina da temporada 2017, já que este tipo de pesca só se costuma praticar entre Março e Outubro. Do que nos recordávamos da infância, o arrasto da rede faz-se muito mais depressa com a ajuda dos tractores, assim como a entrada do barco na água, que agora é empurrado pelo tractor. Depois da rede estar toda em terra, faz-se a separação do peixe pela espécie e retiram-se de novo para o mar os que não cumprem com os requisitos.

DSC02222.jpgDSC02255.jpgDSC02259.jpg

Foi uma agradável surpresa poder recordar momentos da infância sem estarmos a contar! Para nós que estamos a assistir, o sincronismo com que as cerca de 15 pessoas se articulam a desempenhar as suas tarefas, sempre debaixo do olhar atento das gaivotas que tentam roubar um ou outro peixe, criam um belíssimo cenário.

DSC02237.jpgDSC02241.jpgDSC02270.jpg

Uma grande vantagem de apanhar este momento, é poder comprar algum peixe acabadinho de pescar e fresquinho, a um preço bem mais simpático do que se encontra no mercado!

DSC02310.jpgDSC02315.jpg

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:08

A nova "cara" do Panorâmico de Monsanto

por Os bloggers, em 28.09.17

Somos grandes fãs do Panorâmico de Monsanto. Este post (Portugal Escondido | A Melhor Vista de Lisboa) foi um dos post's iniciais do blog e desde então que se tem mantido como um dos mais lidos.

DSC02162.jpg

Apesar dos avisos por se tratar de uma propriedade privada e do seu acesso ser proibido, a verdade é que haviam grandes "romarias" até ao Panorâmico para desfrutar da vista ou fazer sessões fotográficas. Mas também havia muita gente que ia para lá só para fazer uns rabiscos nas paredes e nos painéis de azulejos que ali existem, azulejos que são verdadeiras obras de arte que se julgavam perdidas com tantos "graffitis" que tinham em cima. 

DSC02175.jpgDSC02212.jpg

Em meados de Julho deste ano já vos tínhamos falado neste post sobre a decisão da Câmara de Lisboa de proceder à limpeza do espaço, vedar os locais perigosos e colocar vigilância de modo a transformá-lo num Miradouro Oficial de Lisboa, pelo menos até se decidir o que vai ser. Talvez por estarmos em época de eleições, os trabalhos foram rápidos e desde o dia 2 de Setembro que já se pode visitar livremente e em segurança.

DSC02166.jpgDSC02163.jpgDSC02168.jpg

Como fãs, tivemos que lá ir mais uma vez para ver o resultado desta intervenção e ficámos muito satisfeitos! Todos os locais perigosos, como o poço do elevador, foram vedados, foram também colocados gradeamentos nas escadas e varandas, os vidros que restavam nos caixilhos foram removidos, todo o entulho assim como os estilhaços dos vidros foram removidos, os painéis de azulejos foram limpos, voltando a ser possível visualizar as suas pinturas e foram colocadas placas de sinalização e informação.

DSC02176.jpgDSC02171.jpgDSC02202.jpg

Agora miúdos e graúdos podem usufruir livremente daquele espaço e da vista quase 360º que oferece, sem o risco de se magoarem ou o risco de serem identificados pela PSP por estarem a invadir propriedade privada.

DSC02192.jpgDSC02180.jpgDSC02181.jpgDSC02186.jpg

O espaço pode ser visitado das 9h às 19h até 30 de Setembro e de 1 de Outubro até 31 de Março das 9h às 18h. A entrada é gratuita.

Todas as fotos deste post são da "nova cara" do Panorâmico.

Bons passeios!

 

GPS

N 38° 43' 43.298''

W 9° 11' 4.139''

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:34

Surpresa!

por Os bloggers, em 18.09.17

No último sábado "aconteceu-nos" isto...

DSC01141.JPG

Agora vamos só "ali" de Lua de Mel e voltamos em breve 😉

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:02

Oficialmente de férias!

por Os bloggers, em 06.09.17

Tardaram, mas chegaram... estamos oficialmente de férias!

 

DSC09282.jpg

 

É tão bom estar de férias! Não ter horários para levantar e deitar por si só é muito bom. Depois vem o resto, praia, mergulhos, banhos de sol, passeio, piqueniques, descobrir encantos e recantos de Portugal (e além fronteiras), apreciar o pôr do Sol, tirar fotografias... Vida boa!

As férias estão no início e efectivamente o descanso ainda foi pouco, porque temos aproveitado para resolver algumas burocracias... Mas avizinham-se dias de puro ócio!

Ah! E já voltámos à Praia da Ursa, se da primeira vez não encontrámos o caminho mais indicado, desta vez fizemos bem o trabalho de casa. Contamos tudo brevemente.

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:30

À descoberta da Praia da Ursa - Que aventura!

por Os bloggers, em 28.08.17

No feriado do 15 de Agosto decidimos ir à descoberta da Praia da Ursa, a praia mais Ocidental da Europa, em Sintra.

Já há muito que estávamos com curiosidade de descobir este pequeno paraíso escondido entre as falésias de Sintra.

DSC00612.jpg

Não foi fácil chegar lá (lá perto, por assim dizer)... Decidimos recorrer à modernice do GPS e rapidamente percebemos que o melhor era mesmo ir à moda antiga... placas e mapas! O GPS gentilmente enviou-nos para uma estrada de terra batida, que parecia não ter saída... E de facto não tinha... A estrada levou-nos ao acesso de uma quinta privada! Bonito!

Através da vista de satélite do Google Maps no telemóvel lá nos orientámos... Os dois acessos possíveis para a Praia da Ursa ficam muito perto do Cabo da Roca (a poucos metros)...

DSC00610.jpgDSC00629.jpg

Escolhemos o que nos pareceu mais directo para a praia... Mas falhámos na escolha (nem sempre corre bem!)... Estacionámos na estrada principal e ... Andámos... Andámos... Andámos... A vista pelo caminho é deslumbrante.... E chegámos a umas falésias... Vimos a Praia da Ursa bem de perto e apreciámos toda a sua beleza, mas não nos atrevemos a utilizar o caminho definido entre as pedras, utilizado por muitos, mas aparentemente impróprio para quem caminhava de chinelos de praia como nós... Percebemos que havia outro caminho oposto (o do outro estacionamento que não escolhemos) que seguramente é menos sinuoso e mais utilizado...

DSC00617.jpgDSC00623.jpg

Apreciámos a paisagem e, como o tempo não era muito, não fomos explorar o outro caminho. Fica para breve, desta vez foi uma aventura incompleta!!!

DSC00618.jpg

E vocês, conhecem a Praia da Ursa?

Dicas para lá chegar?

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Fim-de-semana à espreita...

por Os bloggers, em 24.08.17

Quinta.jpg

 

Estamos a ver a Sexta, o Sábado, o Domingo...

E por aí?

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:45

Duna da Cresmina

por Os bloggers, em 23.08.17

Somos fãs da Praia do Guincho, principalmente pela sua paisagem envolvente mas também pelo mar que é mais parecido com o tipo de mar com que crescemos na Figueira da Foz. No entanto, para conseguirmos fazer praia no Guincho é preciso que os astros estejam todos alinhados para não estar uma tempestade de areia que envergonha as tempestades de areia do deserto!!

Na última vez que tentámos fazer praia por lá, os astros estavam mesmo loucos! Em vez de nos estendermos ao sol, recebemos um esfoliação a jacto de areia nas pernas, tal era a força do vento!! Já para os amantes do Windsurf e do Kitesurf, estava de feição!

DSC00651.jpg

A vantagem da Praia do Guincho é que numa situação destas, existem à volta e bem pertinho outras opções para se passar uma tarde relaxada, como alguns parques de merendas para piquenicar, ou então, passear e desfrutar da paisagem da Duna da Cresmina.

DSC00666.jpg

A Duna da Cresmina, inserida no Parque Natural de Sintra-Cascais, é uma pequena parcela do sistema dunar Guincho-Oitavos. Este sistema dunar destaca-se pela passagem das areias na plataforma rochosa do Cabo Raso, empurradas pelo vento desde a praia da Cresmina e do Guincho, retornando ao mar mais a Sul, entre Oitavos e Guia.

DSC00674.jpgDSC00683.jpg

Na Duna da Cresmina existe um Núcleo de Interpretação que tem o objectivo de dar a conhecer a fauna, a flora e o sistema dunar através de uma exposição fixa. Aqui existe também um bar de saladas / creperia, aberto todo o ano, com uma vista 180º que se estende desde o Cabo Raso até à Serra de Sintra, que se pode desfrutar dentro do espaço ou na esplanada envidraçada.

IMG_20170815_170209.jpgDSC00685.jpgDSC00686.jpg

Ao longo da duna existem passadeiras que permitem passear e observar a fauna e a flora. É possível observar algumas aves, nomeadamente a Alvéola-branca, o Borrelho-grande-de-coleira ou o Cartaxo, mas mais fácil de observar é a Lagartixa-da-areia. No que respeita a plantas, as mais fáceis de identificar são a Raíz-divina, o Cardo-marítimo e o Miosótis-das-praias, podendo-se observar outras espécies.

DSC00692.jpgDSC00669.jpgDSC00670.jpgDSC00671.jpgDSC00673.jpg

Se passarem pelo Guincho, "percam-se" por este pequeno "deserto" ou se preferirem, podem optar por uma visita guiada, mas esta requer marcação prévia.

DSC00684.jpg

Bons passeios!

 

Morada:

Núcleo de Interpretação da Duna da Cresmina

Rua da Areia, Cresmina

Guincho-Cascais

Coordenadas:

38°43'35.415" N

9°28'15.909" W

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Resultado do passatempo "Passear com estilo"

por Os bloggers, em 17.08.17

Começamos por agradecer a todos os que participaram no passatempo "Passear com estilo".

 

oc1.png

 

Foi um passatempo com bastante adesão tendo em conta que estamos num período de férias e há muita gente que fica "offline". Registámos 95 participações, cada participação recebeu um número entre 1 e 95 e de seguida foi gerado um número aleatório no random.org.

random.png

O feliz contemplado pelo Random.org com estes elegantes óculos de sol em madeira de ébano com lentes polarizadas, uma oferta da Trendhim, foi o número 84.

tr.png

 

Vencedor:

84 - Rafael Pereira

 

Trendhim é uma loja dinamarquesa de acessórios e joalharia para homem que se expandiu recentemente para o nosso mercado e outros países da Europa.

Concentrados em oferecer artigos de qualidade e inovadores, a marca Trendhim tem assumido ao longo do tempo um padrão de crescimento e expansão que a destaca actualmente, principalmente nos países nórdicos e cada vez mais nos novos mercados.

 

Através da sua loja online, são muitos os artigos disponíveis. De diferentes estilos e tendências, a Trendhim disponibiliza acessórios como óculos, relógios, malas ou artigos de barbear clássicos, colares, pulseiras, sempre com a máxima garantia de qualidade e preços competitívos.

 

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:25


Mais sobre mim

foto do autor


Sigam-nos


O melhor blog do mundo


Instagram




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Links

  •  



  • subscrever feeds


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.