Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Melhor Blog do Mundo

Porque as coisas boas da vida têm mais sabor quando são partilhadas...

A beleza das Cascatas do Rio Mourão

29.03.17 | Os bloggers

Não nos cansamos de descobrir cantos e recantos deste belo Portugal e quanto mais descobrimos mais percebemos que há muito por descobrir e que temos locais maravilhosos!

No último fim de semana solarengo fomos descobrir a Cascata do Rio Mourão, em Anços, Montelavar, muito perto de Sintra.

DSC08566.jpgDSC08535.jpg

A melhor forma de lá chegar é utilizar a estrada que liga Pêro Pinheiro a Negrais, desviar para Anços e procurar a placa indicativa da Cascata. O carro deve ser deixado nas imediações da placa. Aconselhamos o uso de calçado confortável para caminhada em terreno irregular, apesar de haver um caminho bem definido, o piso é irregular e com algumas pedras soltas, pelo que se recomenda também algum cuidado.

DSC08518.jpg

DSC08562.jpg

O dia estava Primaveril e cruzámo-nos com alguns grupos de pessoas a ir e a voltar da Cascata.

Seguimos por caminhos propositadamente construídos entre a vegetação e as ruínas de azenhas, o som da água corrente e saltitante deixa-nos perceber que aquele é o caminho certo, o entusiasmo cresce e começamos a vislumbrar um riacho. Descemos até junto da água e a montante ergue-se a cascata! É um sítio muito bonito!

 DSC08521.jpgDSC08559.jpg 

A paisagem serviu de palco para um mini-piquenique, numa das muitas rochas que ali existem e que parecem ter sido colocados no local para esse efeito, Serviu também como pano de fundo para muitas fotos!

DSC08555.jpgDSC08542.jpg

Já conhecem o local? Sugerimos uma visita!

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

 

As Bifanas de Vendas Novas

28.03.17 | Os bloggers

No regresso a Lisboa, depois de uma tarde em Arraiolos e de uma escapadinha em Montemor-o-Novo, parámos em Vendas Novas para um lanche ajantarado.

O apetite era algum e nada melhor de que comer as bifanas mais famosas de Portugal, na própria origem!

 

A oferta é muita e aconselhados por pessoas da zona, parámos no Mostarda.

O Mostarda é um dos muitos restaurantes de bifanas na localidade, que prima por ser uma espaço airoso e renovado, com funcionários simpáticos e atenciosos.

IMG_20170225_181212.jpg

Comemos uma sopinha e as bifanas tradicionais no pão, que estavam óptimas! Nada a apontar, mas apesar de estarmos na "terra das bifanas", não achámos o sabor muito diferente das que comemos no shopping, o que nos desiludiu um pouco.

IMG_20170225_180321.jpg

Na carta existiam também outras variantes, como a bifana no prato ou a bifana em bolo do caco.

E vocês, são fãs das bifanas de Vendas Novas?

Bom apetite!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

 

De olhos no palco!

27.03.17 | Os bloggers

Celebra-se hoje, dia 27 de Março, o Dia Mundial do Teatro.

É dia de ir ao teatro, para comemorar a arte do teatro, uns representado e outros aplaudindo!

 

foto-teatro.jpg

 

Para marcar o dia existem várias iniciativas teatrais por todo o país, muitas delas gratuitas, em Lisboa (Teatro Nacional D. Maria II e Chapitô), no Porto (Teatro Nacional São João), em Coimbra (Teatro Académico de Gil Vicente), entre outros locais.

Ouvem-se três pancadas secas e consecutivas... São as pancadinhas de Molière... Abrem-se os panos... Entusiasmo... Silêncio, que o espectáculo vai começar!

Estamos de olhos no palco!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

A magia da videochamada

24.03.17 | Os bloggers

Confessamos que não utilizamos muito ou quase nada a videochamada, excepto quando é para ver as mais pequeninas da família a fazer algumas graçolas... Provavelmente vocês também...

Mas ontem vimos uma aplicabilidade bastante interessante da videochamada, num contexto em que pode efectivamente ser muito útil e fazer a diferença. Adivinham?

 

VC.jpg

 

Presenciámos uma situação de comunicação em linguagem gestual através de videochamada. Há bem pouco tempo atrás aquele senhor só poderia comunicar por mensagem... E se recuarmos ainda mais no tempo, quando ainda nem mensagens existiam, estaria privado de utilizar um telefone!

Viva a magia da videochamada e o poder da comunicação!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

Voltámos ao Arigato para soprar as velinhas

23.03.17 | Os bloggers

Ontem o XY celebrou mais um aniversário, por isso foi dia de festejar e para tal fomos a um dos nossos restaurantes preferidos, o Arigato no Campo Pequeno. Adoramos sushi! Não é novidade...

IMG_20170322_202930.jpg

Como já vos tínhamos dito, no Arigato o sushi é fresco, o sashimi excelente, a variedade enorme, os funcionários simpáticos, o espaço agradável... Impossível resistir! E funciona em regime de buffet, com reposição super rápida e eficiente, por isso ninguém sai de lá com fome.

Já lá não íamos há uns tempos... E tivemos uma surpresa... Agora, para além das peças que retiramos do espaço próprio do buffet, os funcionários vão levando uns pequenos miminhos de sushi às mesas. São peças diferentes, originais e muito saborosas. A lista de chás e de sobremesas também cresceu. No final o preço manteve-se igual. É de facto importante inovar neste tipo de aspectos, para continuar a cativar os antigos clientes e atrair novos.

É caso para dizer que não é só o XY que está de parabéns, as boas iniciativas também se aplaudem!

75anospernalonga.jpg

Bom apetite!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Dia Mundial da Água

22.03.17 | Os bloggers

Hoje celebra-se o Dia Mundial da Água.

Algo tão simples, mas tão precioso... É imprescindível à vida!

 

agua.jpg

 

Celebremos a água, por isso nada melhor do que deixar algumas dicas de como a poupar:

- Tomar duches rápidos e não deixar o chuveiro aberto enquanto se passa o champô ou gel de banho. Sabiam que um duche de 10 minutos pode gastar entre 45 a 180 litros de água? É imenso!

- Utilizar um copo para escovar os dentes em vez de deixar a torneira aberta.

- Não lavar a louça com a torneira persistentemente aberta.

- Instalar redutores de caudal nas torneiras da cozinha e da casa de banho.

- Aproveitar para um balde a água desperdiçada enquanto esperamos que a água aqueça para um duche; mais tarde essa água poderá servir para tarefas como lavar o chão ou regar as plantas,

- Regar os jardins de manhã cedo ou à noite.

- Lavar o carro com um balde e não com mangueira.

 

Vá, toca a poupar água, faz bem ao ambiente e à carteira!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

Bem-vinda Primavera

20.03.17 | Os bloggers

Chegou a Primavera! 

Para sermos mais exactos, chegou às 10h29m e ficará por cá até dia 21 de Junho!

Tivemos uns últimos dias de Inverno bastante amenos, no entanto, a Primavera chegou tímida e muito fresquinha, pelo menos aqui por Lisboa! Mas de certeza que nos tem reservados dias muito quentinhos e solarengos durante os próximos 3 meses. 

IMG_20170320_093547.jpg

Com a chegada da Primavera, ocorre também a mudança para a chamada hora de Verão, por isso não se esqueçam de adiantar os vossos relógios 1h, no próximo dia 26 de Março.

Com o bom tempo aí e dias "mais compridos", já não há desculpas para se ficar no sofá! Vamos lá aproveitar para uns passeios e escapadinhas!

Bons passeios!!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Uma Tarde em Arraiolos

15.03.17 | Os bloggers

Muito perto de Montemor-o-Novo ergue-se a vila de Arraiolos, conhecida pelos famosos Tapetes de Arraiolos.

A paisagem de Arraiolos é dominada pelo seu imponente Castelo circular, que tem um formato original e está altaneiro em relação ao casario caiado de branco, casario esse que compõe a paisagem.

DSC08213.jpg

Começámos por visitar o Castelo, calcorreando o seu interior e apreciando a paisagem através dele. Daqui seguimos para o centro da pitoresca vila, mais concretamente para o Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos.

DSC08130.jpgDSC08128.jpgDSC08133.jpgDSC08135.jpg

O Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos é um espaço museológico que tem como missão promover o estudo e a divulgação do Tapete de Arraiolos. Dá-nos a conhecer a história e evolução do Tapete de Arraiolos desde o século XVII até aos dias de hoje, exibindo tapetes originais com 2 e 3 décadas e algumas réplicas. A visita é bastante interessante e a entrada é de apenas 1 euro por pessoa.

DSC08161.jpgDSC08155.jpgDSC08152.jpgDSC08145.jpg

Lanchámos no centro de Arraiolos e provámos as iguarias locais, o Pastel de Toucinho e a Empada de Galinha, ambos muito saborosos. Energias recarregadas e fomos até à Aldeia da Terra, a 5 minutos de carro do centro de Arraiolos.

DSC08140.jpgDSC08163.jpgDSC08208.jpg

A Aldeia da Terra consiste num jardim de esculturas, conhecido como a aldeia mais caricata de Portugal. Este projecto, classificado de Interesse Cultural pela Secretaria de Estado da Cultura, é da autoria do artesão e artista plástico Tiago Cabeça que há mais de dezassete anos vem juntando prémios e distinções. Através das esculturas estão imortalizadas a maioria das figuras caricatas e típicas de Portugal. É um sítio engraçado e que vale a pena visitar, embora consideremos que o valor da entrada se torne um pouco elevado para uma família (5 euros por adulto e 3 euros para crianças).

DSC08167.jpgDSC08205.jpgDSC08206.jpgDSC08197.jpgDSC08189.jpgDSC08190.jpgDSC08184.jpg

Perto de Arraiolos ainda apreciámos a beleza das vinhas do Monte da Ravasqueira. Para a próxima vez que formos para aquelas paragens teremos de programar uma vista ao monte e ao seu Museu de Atrelagens...

DSC08223.jpg

Na estrada entre Arraiolos e Montemor-o-Novo parámos estrategicamente na Barragem dos Minutos e junto a uma quinta semi-abandonada, com uma escola que há muito deve ter perdido o poder de ensinar e que posou para nossa máquina fotográfica. Paisagens bonitas!

DSC08237.jpgDSC08124.jpg

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

O Alentejo à Mesa na Adega Montemor

14.03.17 | Os bloggers

É por todos sabido que o Alentejo é um local de boa comida e bom vinho, não podemos estar mais de acordo!

Na nossa Espapadinha em Montemor-o-Novo perdemo-nos pelas ruas e vielas da cidade e fomos descobrir a Adega Montemor, onde fomos recebidos pelo genuíno e alegre sorriso dos proprietários.

É um sítio pitoresco e simpático em que uma das paredes é um enorme "expositor" de vinhos, onde se destacam os vinhos alentejanos, mas com os vinhos do Douro e Dão também a marcar presença. Jantar na Adega Montemor foi mais do que uma experiência gastronómica, foi muito agradável conversar de forma descontraída com o casal que gere o negócio, enquanto nos deliciávamos com os pitéus que nos prepararam na hora.

DSC08070.jpgIMG_20170224_212954.jpgIMG_20170224_211537.jpg

Para entrada escolhemos Cogumelos Salteados, para prato principal seleccionámos Lombo de Porto Preto Recheado com Tâmaras e Farinheira e para sobremesa dividimos uma Sericaia, provavelmente a melhor sericaia que já provámos.

IMG_20170224_211830.jpg

Estava tudo DI-VI-NAL!!! Os cogumelos estavam super saborosos e o prato principal estava perfeito, digno de um chefe de cozinha do mais alto nível... carne saborosa, recheio crocante, com o adocicado da tâmara a coroar o sabor de um prato muito bem confeccionado... Adorámos!

IMG_20170224_213724.jpgIMG_20170224_220259.jpg

As boas surpresas ainda não tinham acabado... No final o valor da conta foi de apenas 26 euros para os 2, por estes magníficos pitéus.

Alertamos os mais "apressados" que todos os pratos são confeccionados na hora, em dias com maior afluência o tempo de espera pode ser mais longo do que o pretendido, mas vale a pena a espera! Por isso, se forem para aquela zona, aconselhamos vivamente uma paragem na Adega Montemor!

Nós vamos seguramente voltar!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

De novo na Restaurant Week - O Nobre

10.03.17 | Os bloggers

Voltámos à Restaurant Week, desta vez o restaurante eleito foi O Nobre by Justa Nobre, que ambos tínhamos curiosidade de conhecer há algum tempo.

O Nobre, da conhecida Chefe Justa Nobre, fica no centro de Lisboa, junto ao Campo Pequeno, num sítio muito fácil de chegar. Até costumamos ir muitas vezes para aquela zona, mas a nossa paixão por sushi conduz-nos cegamente até ao Arigato...

Mas desta vez desviámos a nossa atenção do sushi e lá fomos conhecer O Nobre. O espaço físico é acolhedor e confortável e fomos recebidos com a simpatia e bom humor do Sr. Nobre.

 

O menu d'O Nobre para a Restaurante Week inclui:

- Entrada: Sopa de Santola ou Folhado de Queijo de Cabra e Maçã com Salada Verde e Frutos Secos

- Prato principal: Espetada de Garoupa e Manga com Arroz Malandrinho de Lima e Coentros ou Coxa de Pato Confitada em Cerveja Bohémia e Quinoa de Vegetais

- Sobremesa: Mousse de Chocolate Branco com Iogurte Grego e Lascas de Abacaxi ou Pudim de Abade Priscos (no dia em que fomos o Pudim foi substituído por Bolo de Chocolate Quente com Gelado de Natas)

IMG_20170306_222645.jpg

Para entrada ambos escolhemos a famosa Sopa de Santola da Chefe Justa Nobre, para prato principal e para as sobremesas cada um escolheu uma das diferentes opções disponíveis.

IMG_20170306_223323.jpgIMG-20170309-WA0006.jpg

Apesar de termos gostado, não ficámos tão encantados com a Sopa de Santola quanto estávamos à espera... A expectativa talvez fosse muito alta, mas o nosso paladar ansiava por algo mais genuíno. Os pratos principais estavam bastante saborosos e bem confeccionados, mas também estávamos à espera de algo mais para um restaurante em que o preço médio por pessoa já se torna um pouco alto para algumas carteiras. O melhor estava mesmo reservado para o fim, as sobremesas estavam deliciosas e salvaram a experiência! 

IMG_20170306_225220.jpgIMG-20170309-WA0005.jpg

Bem, zelando pela saúde da nossa carteira (que tende a diminuir de volume) e do nosso peso (que tende a aumentar) vamos entrar de dieta o resto do mês!!!

Quanto a vocês, se ainda não foram à Restaurant Week, não percam a oportunidade de degustar uma saborosa refeição de autor e ao mesmo tempo contribuir para uma causa social!

Esta edição termina já este Domingo! As reservas e menus para a Restaurant Week encontram-se aqui.

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Cama Emprestada | L'and Vineyards

09.03.17 | Os bloggers

Qualquer boa escapadinha envolve um bom hotel.

Durante a nossa escapadinha por Montemor-o-Novo escolhemos o L'and Vineyards para relaxar e ver literalmente as estrelas.

DSC08051.jpg

Este hotel nasceu no coração do Alentejo, rodeado por vinhas e por um lago artificial. É constituído por 22 suites, em estilo de pequenas moradias geminadas, e por uma bloco central onde funciona a recepção, restaurante e o spa.

DSC08085.jpg

Escolhemos uma suite com vista céu. As suites são óptimas, com uma sala espaçosa, um quarto grande e uma casa de banho gigante, com uma decoração minimalista, mas bastante cuidada. Para além disso ainda há um simpático pátio interior. A casa de banho e o pátio são dominados por duas grandes banheiras, em estilo de mini-piscina, que demoram entre 1 a 2 horas a encher e que permitem um belo banho de relaxamento!

DSC08029.jpgDSC08023.jpgDSC08074.jpgDSC08027.jpg

À entrada da suite, ainda na rua, existe uma lareira que podemos pedir para acender. O ponto alto e inovador da suite é que no quarto, mesmo por cima da cama, existe uma enorme janela panorâmica que nos permite adormecer a ver as estrelas. É como se estivessemos a acampar mas sabendo que no dia a seguir não vamos acordar com as costas todas doridas! Em todas as suites existe wi-fi gratuito, é possível pedir um iPad, existe uma garrafa de água de cortesia, máquina de café Nespresso com a possibilidade de se consumirem 2 cápsulas gratuitamente e chá gratuito.

DSC08041.jpgDSC08024.jpg

Para além da suite, que adorámos, o restante complexo não nos surpreendeu e não atingiu as expectativas (talvez por serem demasiado altas). O spa tem uma piscina interior e uma sauna agradáveis, mas para um hotel de 5 estrelas, faltou o jacuzzi e o banho turco. O pequeno-almoço foi o segundo ponto alto da estadia. A sala para o pequeno-almoço é ampla, luminosa, apresenta-se em comunhão com a natureza e as iguarias são óptimas, com produtos regionais frescos e de grande qualidade!

IMG_20170224_174050.jpgIMG_20170225_111444.jpgIMG_20170225_105422.jpg

Havia também uma piscina exterior com um aspecto muito agradável, mas o frio do Inverno não nos permitiu o mergulho. No entanto, serviu de espelho para umas fotos ao pôr do sol e na manhã seguinte.

DSC08050.jpgDSC08063.jpgDSC08065.jpgDSC08076.jpg

Os espaços envolventes das suites e complexo principal, são bonitos e as vinhas estão muito bem tratadas, o mesmo não podemos dizer do lago, que nitidamente precisa de manutenção. É de salientar o sossego e o silêncio em todo o complexo, a possibilidade de observar algumas aves em ambiente natural, desfrutar de caminhadas pelas vinhas e a possibilidade de alugar bicicletas para ir até Montemor-o-Novo. 

DSC08040.jpgDSC08084.jpg

É ainda possível desfrutar de uma refeição no restaurante do hotel, premiado com uma estrela Michelin, que serve pratos preparados com ingredientes de origem local e que podem ser acompanhadas por vinhos das vinhas envolventes. Ao final da tarde, optámos por dar uma volta pelo centro histórico de Montemor-o-Novo e acabámos por jantar num restaurante típico que adorámos, mas este ficou-nos debaixo de olho para uma próxima visita.

IMG_20170225_111502.jpg

Destacamos como pontos fortes da estadia a suite e tudo o que tinha para nos oferecer. Como pontos fracos destacamos o spa e o lago a precisar de manutenção, tendo em conta que se trata de um hotel de 5 estrelas, com preços entre os 215 e 289 euros por noite.

Em suma, é um sítio giro para um fim-de-semana diferente, mas com alguns aspectos a melhorar nas infra-estruturas conjuntas, o que faz com que hajam outras opções na mesma gama de preços e com uma oferta melhor.

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Escapadinha em Montemor-o-Novo

08.03.17 | Os bloggers

O prometido é devido e aqui está então o nosso post sobre a nossa mais recente escapadinha pelo Alentejo.

Foi no último fim-de-semana de Fevereiro que nos aventurámos novamente por terras alentejanas, desta vez por Montemor-o-Novo.

DSC07993.jpg

Trata-se de um cidade alentejana, do distrito de Évora, a pouco mais de 1 hora de Lisboa, muito perto de Arraiolos e de Vendas Novas, onde aliás também estivemos.

Trata-se de uma cidade simpática, com ruas pitorescas e vigiada pelo castelo que, lá no alto, domina a paisagem.

DSC08106.jpgDSC08088.jpg

O Castelo de Montemor-o-Novo abrigava originalmente nos seus muros a povoação que, ao crescer, se expandiu pela encosta a Norte. Documentos históricos confirmam que foi neste local que Vasco da Gama projectou a sua viagem para a Índia. Apesar de estar em ruínas, é um espaço agradável para se dar um passeio e por momentos voltar ao tempo dos reis. No recinto podemos ver o Convento da Saudação, a Igreja de São Tiago, o Centro Interpretativo do Castelo, escavações arqueológicas do antigo povoado, ruínas dos Paços do Concelho e Cadeia, ruínas do Paço dos Alcaides e a Igreja de S. João Baptista. Do Castelo avistámos também a cidade, os campos e vales circundantes. Enquanto lá andávamos percebemos que estavam a decorrer filmagens, possivelmente para um programa cultural. A entrada no recinto do castelo é gratuita.

DSC08092.jpgDSC08091.jpgDSC08114.jpgDSC08122.jpgDSC08109.jpgDSC08096.jpg

Mas as surpresas não são apenas as que aparecem nas alturas, descobrimos um belo segredo subterrâneo por aquelas paragens, que muito gostámos de explorar.

Estamos a falar da Gruta do Escoural, que foi descoberta em 1963 numa pedreira próxima de Santiago do Escoural. Aquilo que começou por se revelar uma câmara funerária utilizada na época Neolítica, veio a revelar outros segredos - pinturas e gravuras rupestres, as primeiras atribuídas em Portugal ao Paleolítico Superior. A visita visita começa no Centro de Interpretação em Santiago do Escoural, para nos familiarizarmos com a história do local e depois seguimos de carro para a Gruta (a cerca de 3 km), cuja história, pinturas e gravuras nos são detalhadamente apresentadas por uma simpática guia. É um espaço muito bonito e que nos despertou imensa curiosidade. Infelizmente não é permitido fotografar, por isso a foto do interior que apresentamos foi retirada da Web. As visitas carecem de marcação prévia, para mais informações espreitem aqui. A visita fica por 3 euros para os adultos, é gratuita para crianças até aos 12 anos e fica a 1,5€ para +65 anos e portadores do cartão jovem. Cliquem aqui para conhecer um pouco mais da gruta.

DSC07982.jpgDSC07984.jpg096.jpg

Depois de sairmos da Gruta do Escoural, fomos conhecer a Anta-Capela de Nossa Senhora do Livramento. Esta peculiar construção resulta de uma Anta Neolítica que terá sido erguida entre meados do IV e meados do III milénio a.C e que em meados do Séc. XVII foi transformada numa capela. É considerada Monumento Nacional desde 1910. A Anta-Capela está localizada numa herdade, a estrada é estreita e sinuosa mas vale a pena percorrê-la para ver este monumento, desfrutar da paisagem e do silêncio da planície alentejana.

DSC08000.jpgDSC08001.jpgDSC08015.jpg

Na nossa escapadinha ainda conhecemos um hotel especial, um restaurante típico (agradável surpresa!), demos um pulo a Arraiolos e passámos em Vendas Novas.

Não percam os próximos episódios!

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Fomos ao Largo na Restaurant Week

06.03.17 | Os bloggers

Está de volta mais uma edição da Restaurant Week e, como tem sido hábito nas últimas edições, fomos ao evento, que decorre em vários pontos do país, de 2 a 12 de Março.

A Restaurant Week visa a democratização do acesso à restauração de luxo, contribuindo em simultâneo para causas nobres. Desta forma os restaurantes aderentes apresentam um determinado menu a 20 euros, dos quais 1 euro reverte a favor de uma causa social.

Desta vez o restaurante escolhido foi o Restaurante Largo no Chiado. Um dos nós já conhecia o espaço e o outro estava super curioso para conhecer. Foi a oportunidade perfeita e correu muito bem!

 

O Largo é um restaurante com uma decoração moderna e sofisticada (de onde se destaca um original aquário de medusas), mas ao mesmo tempo tem um ambiente acolhedor e descontraído, com vários espaços muito bem divididos. Perfeito para um jantar entre amigos ou até para uma ocasião especial.

IMG_20170227_204338.jpg

O menú do Largo para a Restaurante Week inclui:

- Entrada: Creme de ervilhas com Bacon ou Ovo em Baixa Temperatura com Espuma de Batata, Pato Confitado e Chouriço

- Prato principal: Lombinho de Robalo ou Empadão de Pato Trufado

- Sobremesa: Gratinado de Maçã ou Creme Brulée

IMG_20170227_211633.jpg

Para entrada ambos escolhemos o Ovo em Baixa Temperatura com o Pato Confitado, para prato principal e para as sobremesas cada um escolheu uma das opções. A comida estava óptima, muito bem confeccionada e saborosa, num ambiente super agradável!

IMG_20170227_215108.jpgIMG-20170305-WA0002.jpgIMG_20170227_221810.jpgIMG-20170305-WA0001.jpg

Não percam a oportunidade de degustar uma saborosa refeição de autor e ao mesmo tempo contribuir para uma causa social!

As reservas e menús para a Restaurant Week encontram-se aqui.

Recomendamos vivamente o Largo, quer para esta ocasião, quer noutra!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Voltámos ao Frankie Hot Dogs

03.03.17 | Os bloggers

Mas desta vez fomos ao espaço recém estreado no Saldanha.

Este novo espaço fica no número 13 da Rua Alves Redol, mesmo do outro lado da rua do Instituto Superior Técnico.

IMG_20170301_221628.jpg

Quando chegámos ficámos um pouco intrigados com o tamanho da sala, ficámos na fila para fazer o pedido e enquanto víamos a carta tivemos a primeira surpresa, há cachorros diferentes do espaço do Campo Grande e todos com um aspecto delicioso, se a escolha já era difícil, agora tornou-se um pouco mais. Pedido efectuado e à semelhança do Frankie do Campo Grande, podemos ir para a mesa que entretanto o nosso pedido chegará até nós. É quando descemos as escadas que temos a segunda surpresa, uma sala ampla com bastante luz e decoração estilo industrial vintage, bem diferente da sala de entrada.

IMG-20170302-WA0001.jpg

Para matar a fome porque já se fazia tarde, escolhemos a Frankiesinha e o Cherry Dog, umas batatas fritas com ervas, uma limonada, uma limonada de maracujá e um cheesecake de manga.

IMG_20170301_214051.jpgIMG-20170302-WA0000.jpg

A Frankiesinha como o próprio nome sugere, remete-nos para a francesinha, o molho de francesinha estava bom mas no geral é um cachorro que precisa de uma "afinação" para atingir o objectivo. O Cherry Dog estava delicioso, a salsicha de frango é muito saborosa e todos os ingrediente ligavam muito bem, foi mesmo uma agradável surpresa e já está na nossa lista de favoritos. As limonadas e o cheesecake estavam igualmente deliciosos, no entanto, achámos as batatas fritas demasiado fritas e secas, um ponto que nos desiludiu porque adoramos as batatas do espaço do Campo Grande.

IMG_20170301_220709.jpg

O total para os dois ficou em cerca de 15€.

No geral gostámos muito deste novo espaço e tendo uma ementa diferente permite-nos variar de zona para jantar, mas vai ser complicado decidir a qual dos dois vamos!

Bom apetite!

 

 Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Pág. 1/2