Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Um fim de semana de Canoagem

por Os bloggers, em 30.04.16

No fim de semana de 23 e 24 de Abril realizou-se no Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho a Taça de Portugal de Regatas em Linha de Canoagem.

IMG_20160423_185731.jpg

Apesar de bastante desconhecida do público em geral, a Canoagem foi a modalidade que conquistou a única medalha nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, uma medalha de prata conquistada pela dupla Fernando Pimenta e Emanuel Silva em K2 1000 metros.

Como temos uma ligação bastante forte com esta modalidade, vamos dar a conhecer um pouco mais sobre ela. Não vamos conseguir explicar tudo porque isso era assunto para uns 50 post's, mas esperamos conseguir suscitar alguma curiosidade para irem espreitar uma prova.

 

A Canoagem divide-se nas especialidade de Regatas em Linha, Longa Distância, Provas de Fundo, Águas Bravas, Kayak Polo, Kayak Mar, Estilo Livre, Kayak Surf e Turismo Náutico. 

A prova do fim de semana passado foi da especialidade de Regatas em Linha. É considerada uma prova de velocidade, com regatas de 1000, 500 e 200 metros em que as embarcações são colocadas lado a lado na largada, o trajecto a percorrer é balizado por bóias em linha recta e as águas são calmas.

 IMG_20150627_155231.jpg

Neste tipo de provas existem árbitros de largada, árbitros de chegada, de funil (controlo de atletas e embarcações ao campo de regatas), de percurso (verificam se os atletas se mantêm no centro da sua pista durante a regata), de pesagem (as embarcações têm um peso mínimo regulamentar) e em todas as provas há um juiz árbitro que garante o cumprimento de todas as regras e valida casos mais graves como por exemplo uma desclassificação.

IMG_20160423_145513.jpg

As provas, conforme a especialidade, são feitas em rios, albufeiras, mar ou planos de águas contruídos para este tipo de modalidades como é o caso do Centro Náutico de Montemor-o-Velho.

 

O fim de semana foi de festa com muita adrenalina à mistura, esta prova servia também de selectiva para os monolugares (K1 1000m e K1 500m) no Rio 2016. A canoagem tem já 6 vagas apuradas para os Jogos Olímpicos, mas as vagas são do País e não dos atletas que as obtiveram, por isso é preciso lutar para conseguir um lugar na equipa. Neste caso foi fácil, os lugares ficaram entregues aos seus "donos" com mérito, Fernando Pimenta no K1 1000m e Teresa Portela no K1 500m.

Além destes 2 "gigantes" da Canoagem, passaram pelo Centro Náutico de Montemor-o-Velho mais de 400 atletas de clubes de todo o país, entre eles estavam outros nomes conhecidos como Emanuel Silva, João Ribeiro, Joana Vasconcelos,  Beatriz Gomes e Helena Rodrigues. 

IMG_20160424_120413.jpgIMG_20160423_153455.jpg

No fim de semana foi também apresentada a decoração das embarcações da equipa Lusa para os Jogos Olímpicos Rio 2016. 

IMG_20160424_105951.jpg

Se ficaram curiosos, dia 30 de Abril há provas em Águeda, Vila Nova de Milfontes e Gemeses, é um excelente motivo para dar uma caminhada à beira rio e desfrutar da natureza.

 

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

"Perdidos" pela Costa Vicentina...

por Os bloggers, em 28.04.16

No fim de semana grande andámos a passear pelo bonito Parque do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Portugal é mesmo um país cheio de contrastes, todos eles dotados de uma beleza ímpar!

Centrámo-nos em pleno coração do Litoral Alentejano.

 

A nossa base foi a tranquila vila de São Luís, onde passámos uns agradáveis dias com uns amigos naturais da zona.

Portugal não seria o mesmo se não tivesse nascido à beira mar plantado, com areais extensos, águas límpidas e um Sol encantador.

Os dias foram de descanso e em pleno contacto com a natureza.

Visitámos vários locais, de onde se destacam as praias. Assim, de Norte para Sul, visitámos as praias de: São Torpes, Vieirinha, Samoqueira, Porto Côvo, Praia dos Buizinhos, Praia do Pessegueiro (com vista para a Ilha do Pessegueiro), Aivados, Malhão, Milfontes, Furnas, Almograve e Zambujeira do Mar.

Estas praias são mesmo muito bonitas! As imagens são inteiramente reais e não nos deixam mentir!

IMG-20160427-WA0001.jpgIMG-20160427-WA0000.jpgIMG-20160427-WA0002.jpgIMG-20160427-WA0003.jpg

Com vista da costa para a Ilha do Pessegueiro ergue-se o Forte da Praia do Pessegueiro ou Forte de Nossa Senhora da Queimada. Este Forte e outro existente no topo da Ilha foram projectados na época filipina, para defesa da costa. Sofreram danos significativos com o terramoto de 1755. O Forte da Praia do Pessegueiro foi parcialmente recuperado, sendo possível visitá-lo (não perdemos a oportunidade, claro).

 IMG-20160427-WA0006.jpg

IMG-20160427-WA0004.jpg

Entre Almograve e a Zambujeira do Mar surge o Cabo Sardão, o ponto mais ocidental da Costa Alentejana. É um local tranquilizador e de uma beleza muito genuína.

IMG-20160427-WA0009.jpgIMG-20160427-WA0010.jpgIMG-20160427-WA0011.jpg

Para além de locais mágicos junto ao mar, um caminho de terra batida, junto à Carrasqueira (perto de São Luís e a caminho de Odemira), levou-nos até à Casa Branca, um espaço encantador, junto às margens do Rio Mira, onde a natureza pode ser apreciada no mais puro estado.

Pelo caminho conhecemos o Moinho da Agonia, um moinho adaptado a turismo rural, que será seguramente um sítio giro para passar uns dias em comunhão com a natureza.

IMG-20160427-WA0012.jpgIMG-20160427-WA0014.jpg

IMG-20160427-WA0015.jpg

Durante os nossos passeios há sempre espaço para um doce e, desta forma, não podemos deixar de experimentar os deliciosos gelados da Mabi em Milfontes. Recomendamos vivamente!

IMG-20160427-WA0008.jpg

Estivemos atentos a vários locais interessantes para uma bela estadia na zona e sendo assim sugerimos: Herdade do Amarelo, Naturarte, Corte Nova da Preguiça, Moinho da Asneira, Moinho da Agonia, Herdade do Touril, Zmar Eco Campo, Hotel Rural Moita Mar e Orbitur Sitava, entre outros.

 

Não deixem de aproveitar as dicas, o Litoral Alentejano é mesmo um sítio muito especial, que oferece uns dias tranquilos e sempre bem passados.

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

Um frango especial...

por Os bloggers, em 27.04.16

Uma viagem a Sul, mesmo que em modo relâmpago, obriga a paragem para uma boa refeição.

A paragem foi na Guia, muito perto de Albufeira, para degustar o famoso Frango da Guia. Único, genuíno e sempre igual a si mesmo!

Se no Verão as filas são intermináveis para assegurar uma mesa, nesta altura do ano apenas tivemos de entrar no restaurante, escolher a mesa e sentar.

O espaço escolhido foi o Ramires, que já conhecíamos de outras viagens.

IMG-20160426-WA0005.jpg

IMG-20160426-WA0006.jpg

Segundo reza a lenda em 1964, José Carlos Ramires abriu um pequeno café na freguesia da Guia, onde servia petiscos, conservas e presunto. A sua determinação e astúcia trouxeram para a Guia uma receita de frango de churrasco oriunda do Ultramar. E foi assim que o frango de churrasco do Ramires rapidamente se tornou muito popular e o espaço inevitavelmente cresceu.

 

O Restaurante Ramires é um espaço simpático e amplo, que se distribui por várias salas.

O menú foi Frango da Guia, claro está! O original Frango da Guia do Ramires!

IMG-20160426-WA0010.jpg

Estava óptimo, a acompanhar com batatinha frita e salada de tomate.

IMG-20160426-WA0011.jpg

IMG-20160426-WA0012.jpg

Para Sul come-se muito bem. Aliás, retificando, em Portugal come-se muito bem! Qualquer que seja a região há sempre um petisco especial!

IMG-20160426-WA0007.jpg

A refeição no Ramires ficou a cerca de 11 euros por pessoa.

Bom apetite!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00

A Sempre Bela Marina de Vilamoura

por Os bloggers, em 26.04.16

Podia ser cenário de filme, preencher o nosso imaginário utópico, estar a centenas de quilómetros de distância... Nada disso! É bem real, Vilamoura é nossa (salvo seja) e está ao alcance de todos nós (nem que seja para um passeio pedonal)!

IMG-20160426-WA0002.jpg

As memórias da infância reportam-nos para uma sensação de encantamento com tanta harmonia. Hoje a sensação permanece... Primeiro são os campos verdes e as palmeiras, depois a Marina, os iates e o mar, salpicados por raios de Sol. É tão bom! Este cenário lava a vista e enche a alma!
Fizemos recentemente uma escapadinha para Sul e houve tempo para uma voltinha na Marina, para aproveitar os primeiros raios de Sol.

IMG-20160426-WA0001.jpg

À memória veio a, curta mas surpreendente, viagem de barco que fizemos há cerca de 3 anos por aquelas paragens. Comprámos a viagem numa daquelas excursões de grupo que se fazem pela costa Algarvia, com cerca de 2 horas de duração, com a possibilidade de visitar praias inacessíveis e reentrâncias entre as rochas. Fantástico!

IMGP4047.jpg

IMGP4043.jpg

IMGP4060.jpg

IMGP4061.jpg

Voltando à Marina de Vilamoura, esta é a maior e mais famosa Marina de Portugal, estando em funcionamento desde 1974. Actualmente tem capacidade para receber cerca de 825 embarcações de 60 metros. Conta com vários prémios nacionais e internacionais, nomeadamente na área da gestão ambiental e de qualidade. Tem a classificação de 5 Âncoras (pontuação máxima), atribuída pela The Yatch Harbour Association, desde há vários anos.

Para quem ainda não conseguiu adquirir um iate, podem sempre deliciar-se com a paisagem, seguindo o nosso exemplo!

IMG-20160426-WA0000.jpgIMG-20160426-WA0003.jpg

IMG-20160426-WA0004.jpg

IMGP3944.jpg


Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

É fim de semana GRANDE!

por Os bloggers, em 22.04.16

FDS.png

Bom fim de semana GRANDE!

Divirtam-se!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:30

Fomos à Tasca do João

por Os bloggers, em 20.04.16

Lisboa tem muito cantos e recantos, há comida para todos os gostos... É sempre fácil conhecer um espaço gastronómico diferente.

Desta vez, como estávamos num grupo em que havia turistas de visita a Portugal, a escolha recaiu num espaço com comida tipicamente portuguesa.

O espaço escolhido foi a Tasca do João, no Lumiar.

IMG_20160408_211346.jpg

As tascas estão na moda e a comida tipicamente portuguesa nunca passa de moda!

O espaço tem uma decoração simples, com alguns apontamentos rústicos e minhotos.

DSC_0223.jpg

IMG-20160419-WA0000.jpg

Para entrada degustámos umas pataniscas de bacalhau e salpicão com broa de milho. As entradinhas estavam óptimas!

As nossas escolhas gastronómicas recaíram sobre a Posta Mirandesa e Rojões à Tasca do João. Da carta faziam também parte: choquinhos, bacalhau, polvo à lagareiro, lampreia, coelho bravo frito, cabrito e porco preto. Portanto, tivemos um escolha díficil.

IMG_20160408_211126.jpg
IMG_20160408_220002.jpg

Tasca que é tasca serve comidinha saborosa e em quantidade generosa e a Tasca do João correspondeu às expectativas! Alguns dos pratos dão para dividir entre 2 pessoas.

Para sobremesa escolhemos o Leite Creme Queimado, que também não desiludiu.

IMG-20160419-WA0001.jpg

O serviço foi um pouco demorado, mas perfeitamente desculpável porque o restaurante estava cheio. No final tivemos de pagar com dinheiro vivo, dado o multibanco não funcionar por problemas de rede.

DSC_0221.jpg

A refeição ficou a cerca de 18.50 euros por pessoa. Aconselhamos a efectuarem reserva, a sala não é muito grande e esgota rapidamente.

Bom apetite!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Uma visita ao Castelo de Palmela

por Os bloggers, em 19.04.16

Poucos quilómetros a Sul de Lisboa, quase a chegar a Setúbal, imponente e altivo, ergue-se o Castelo de Palmela!

Foram várias a vezes que passámos na A2 e pensámos "temos de ir visitar aquele Castelo"... E eis que chegou finalmente o dia!

 

DSC01203.jpg

 

O acesso é fácil, o estacionamento também e as infra-estuturas são boas.

Não há desculpa para não passar uma excelente tarde no Castelo de Palmela.

 

DSC01289.jpg

 

O Castelo de Palmela, tem origem árabe, com a primeira fortificação edificada por volta do século IX, depois da conquista desta região aos visigodos. Contudo os achados arqueológicos, apontam para presença humana no local desde o neolítico. 

O nosso primeiro rei, D. Afonso Henriques, conquistou Palmela em 1147. Pouco tempo depois Palmela voltou a ser dominada pelos muçulmanos, mas em 1190, passou definitivamente para posse lusitana. D. Sancho I, mandou fazer reparações na fortaleza e doou-a à Ordem de Santiago.

 

DSC01294.jpg

DSC01297.jpg

 

 

O Convento onde se instalou a Ordem de Santiago, foi edifícado dentro das muralhas do Castelo já durante o reinado de D. João I. As estruturas de todo o complexo foram severamente danificadas com o terramoto de 1755. O terramoto e a extinção das Ordens Religiosas levaram praticamente ao abandono do Castelo até meados do século XX, altura em que foi considerado Monumento Nacional. Ainda no século XIX e XX serviu de importante posto para comunicações militares.

No local do antigo Convento funciona hoje uma bonita Pousada da rede Pousadas de Portugal.

 

DSC01238.jpg

DSC01245.jpg

 

Dentro das muralhas do Castelo encontramos: as ruínas da Igreja de Santa Maria com apontamentos renascentistas e góticos (a sacristia foi recuperada para albergar o Gabinete de Estudos da Ordem de Santiago), vários espaços de arqueologia que documentam a ocupação do local por diferentes povos ao longo dos tempos, um Posto de Turismo, um auditório, loja de artesanato e vinhos, um bar, um espaço museológico dedicado às transmissões militares, a Torre de Menagem, a Igreja de Santiago e a Pousada de Palmela.

 

DSC01278.jpg

DSC01176.jpg

DSC01172.jpg

DSC01206.jpg

 

As vistas são incríveis - a Sul observa-se a cidade de Setúbal, o estuário do Sado e Tróia (sempre bela!); a Oeste o verde da Arrábida e a Norte encontram-se o Tejo, Lisboa e a Serra de Sintra. O nosso olhar perde-se até onde a vista alcança!

 

DSC01215.jpg

DSC01271.jpg

DSC01218.jpg

DSC01290.jpg

DSC01234.jpg

 

A visita ao Castelo de Palmela promete uma tarde muito bem passada, quer para miúdos, quer para graúdos. E ainda por cima a entrada é gratuita!

 

DSC01208.jpg

DSC01259.jpg

 

No final da visita nada melhor do que lanchar e ao mesmo tempo desfrutar a paisagem. Um pouco abaixo do Castelo parámos no Miradouro e fomos conhecer a Casa do Castelo. Como o tempo ainda não aqueceu ficámos no interior do espaço, onde nos deliciámos com um chá, uma fatia do Melhor Bolo de Chocolate de Palmela e um Queijinho Doce de Azeitão. O espaço é muito agradável e as iguarias estavam deliciocas.

 

DSC01323.jpg

DSC01313.jpg

DSC01316.jpg

DSC01320.jpg

 

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Toalhas de praia sem areia...

por Os bloggers, em 18.04.16

Este post é escrito em modo XY e em jeito de recadinho informativo para a XX...

Não, não é retaliação por ter sido apelidado de distraído (aqui!), mas sim porque a XX não consegue sair da praia ser trazer meio areal atrás dela (para dentro da minha imaculada viatura!) e talvez haja uma solução à vista (oxalá resulte!)...

No Verão passado descobrimos meia solução para esse problema, as almofadas mágicas que sacodem a areia, agora parece que foram inventadas umas toalhas que "peneiram" a areia.

 

Toalha QSM.jpeg

Passo a explicar, a marca australiana Quicksand Mat criou umas toalhas com 2 metros quadrados, feitas à base de um tecido / material poroso, que permite que qualquer grão de areia seja peneirado quando cai na toalha. Consta que existem 2 pequenos contras: não secam tão bem a água depois de ir a banhos e o preço (cerca de 86 euros + portes de envio).

Bem, mas parece de facto uma ideia inovadora, esperemos que chegue em força a terras lusitanas e que seja a solução para a XX não transportar toneladas de areia atrás dela!

 

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Dia Internacional dos Monumentos e dos Sítios

por Os bloggers, em 17.04.16

Amanhã, dia 18 de Abril, é Dia Internacional dos Monumentos e dos Sítios.

Os Museus e Monumentos da Direção-Geral do Património Cultural voltam a associar-se às comemorações deste dia, com propostas de várias atividades para conhecer um pouco melhor o nosso património, este ano sob o lema "Desporto Património Comum".

 

monumentos.jpg

 

As actividades começaram ontem e prolongam-se até amanhã, que é precisamente o Dia Internacional dos Monumentos e dos Sítios. São mais de 750 actividades, distribuídas por 152 concelhos, sendo a maioria gratuitas.

Para conhecer o programa detalhado cliquem aqui.

Aproveitem!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:30

E porque não sabemos viver sem ele...

por Os bloggers, em 14.04.16

Quente, morno, forte, fraco, curto, comprido, doce, amargo...

De preferência ao jeito Português! Sabe sempre bem!

É um elixir para a alma e um motor para o esqueleto!

 

International-coffee-day.jpg

 

De quem estamos a falar? Do café, claro está!

Como adoramos café e hoje é o Dia Internacional do Café, vimo-nos na obrigação de deixar um post dedicado ao café!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:15

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Sigam-nos


O melhor blog do mundo


Instagram




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D




subscrever feeds


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.